O framework WordPress é muito completo e permitiu uma revolução na criação de blogs, sites e portais de notícias. Porém, a forma como o gerenciamento de imagens foi implementada deixa os desenvolvedores com um pepino nas mãos.

Ao fazer o envio de uma imagem para um site WordPress, essa imagem é copiada para um diretório no caminho ‘wp-content/uploads/ANO/MES/’, um conjunto de miniaturas são criadas e as meta informações da imagem são salvas no banco de dados.

Para que o sistema de imagens funcione adequadamente, o banco de dados e a base de arquivos devem se manter sincronizadas, evitando perda de meta informações ou um erro 404 na resolução do caminho da imagem.

Isso tudo faz com que muitos desenvolvedores movimentem o código-fonte e todas as imagens de um site juntos, seja por FTP ou Git. Um site wordpress pequeno com alguns plugins pode ter cerca de 400MB. Imagina ter que fazer download e upload de 400MB para cada pequena alteração que quiser fazer!

Alternativa

Uma forma de trabalhar com o código-fonte localmente, mas evitar o download das imagens é adicionar uma entrada no .htaccess local que redireciona o acessos às imagens com 404 para o servidor de produção. Este é o trecho que estamos usando para o site de um cliente:

RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-f
RewriteCond %{REQUEST_URI} ^/wp-content/uploads/[0-9]+/[0-9]+/.*$
RewriteRule ^(.*)$ http://exemplo.com/$1 [R=302,L]

Neste caso, estamos redirecionando somente as imagens da pasta ‘uploads/ANO/MES’. Existem outras formas de contornar esse problema e essa é a que estamos usando no momento.

Referência

O Chris Coyier do site css-tricks.com também passou por este problema.

Comentários

Vamos trabalhar juntos




Do NOT follow this link or you will be banned from the site!